domingo, 21 de abril de 2013

Cegueira Espiritual


 
Um grupo de pessoas estava presente numa comemoração de uma repartição pública. Algumas pessoas trabalhavam em setores diferentes, e por isso ainda não se conheciam muito bem. Fizeram uma roda e começaram a falar mais de si mesmos, se apresentando para os demais.


Um dos funcionários da repartição falou algo sobre si e revelou que acreditava na existência de um plano espiritual, uma realidade transcendente que estaria além do plano físico. Um dos funcionários, um homem bastante cético, interpelou-o questionando:

- Mas me diga, se existe mesmo esse plano espiritual, por que as pessoas não conseguem enxergá-lo? Se não podemos vê-lo diretamente, ele não existe, é simples. Só creio naquilo que eu posso ver e tocar. Portanto, nego que exista esse suposto outro plano.

- Não é bem assim, respondeu o crente no além. Vamos imaginar a seguinte situação: havia uma aldeia onde quase todos os homens eram completamente cegos. Eles pescavam e caçavam apenas com os outros sentidos, olfato, tato e audição. Para esse homens, não existia a visão das coisas, pois todos eram igualmente cegos. Existiam apenas os outros quatro sentidos. O que aconteceria a essa tribo se alguém se apresentasse afirmando que conseguia enxergar as coisas, e não apenas tocar, degustar, ouvir ou sentir os aromas? Certamente seria tido por louco, ninguém acreditaria nele, e provavelmente o expulsariam da tribo, pois ele conseguia ver algo que nenhuma daquelas pessoas era capaz. Esse homem diferente possuía um sentido que faltava aos outros, que a tribo ainda não havia desenvolvido: a visão. Agora imagine que a visão do plano espiritual é semelhante a essa situação. Formamos todos nós, seres humanos deste mundo, uma imensa tribo de pessoas que é carente de um sentido oculto, interior, que ainda não está desenvolvido na maioria das pessoas. Esse sentido, ainda atrofiado, só estaria desperto em pouquíssimas pessoas. Esses indivíduos podem ver claramente ou de forma nebulosa, o plano espiritual. No entanto, como este sentido interior ainda é ausente na maioria, não se pode provar que ele existe, da mesma forma que não se poderia provar que o sentido da visão existe para os membros desta tribo. Será necessário aguardar até que mais e mais pessoas venham a despertar essa visão espiritual para que a humanidade como um todo venha a reconhecer a existência e realidade do plano espiritual. Portanto, o plano espiritual é algo que futuramente poderá ser visto e apreciado diretamente, assim que o homem desperte seus sentidos internos.

Autor Desconhecido